“O ministério da felicidade absoluta” e a Índia que (quase) ninguém quer ver

"Toda ficção é política. Mesmo uma história de amor. O ato de tirar uma coisa, manter outra é um ato político. Mas a história de lugares como a Caxemira só pode ser contada em obras de ficção. Os efeitos psicológicos de 25 anos de ocupação, a vida das pessoas, das mães que perderam seus filhos, … Continue lendo “O ministério da felicidade absoluta” e a Índia que (quase) ninguém quer ver

#leiamulheres: 12 autoras negras para ler em 2018

Entre as muitas reflexões necessárias que o Dia da Consciência Negra me trouxe neste ano, tive a oportunidade de conversar com as seguidoras e seguidores do Instagram do Clarices e Marias (@claricesemarias) sobre a literatura feita por mulheres negras. "Qual foi o último livro escrito por uma mulher negra que você leu?" foi a pergunta … Continue lendo #leiamulheres: 12 autoras negras para ler em 2018

“Má feminista”: a coragem de Roxane Gay de declarar-se uma ativista desastrosa

"Eu estou falhando como mulher. Eu estou falhando como feminista. Tenho opiniões apaixonadas sobre igualdade de gênero, mas me preocupo em aceitar livremente o rótulo de 'feminista'". É assim que Roxane Gay, escritora, blogueira e professora americana inicia seu discurso no TED em 2015 (vídeo no fim desta resenha) meses depois de concluir seu livro "Bad … Continue lendo “Má feminista”: a coragem de Roxane Gay de declarar-se uma ativista desastrosa