Quem faz

Michelle Lopes teve a sorte de cruzar com pessoas incríveis ao longo de seus vinte e cinco anos. Uma delas certa vez ofereceu um sábio conselho: “Faça jornalismo!”. Conselho oferecido não à toa, mas em resposta à sua declaração de amor pela revista Bravo! (Nota: por um truque do destino – e porção de azar – no exato ano em que Michelle pegava seu diploma a Bravo! também declarava o encerramento de suas atividades).

Alguns anos se passaram e o sonho de trabalhar com Jornalismo Cultural foi adiado, embora tenha trabalhado com tudo o que mais gosta: jornalismo, revistas e livros. Marilyn Monroe, uma de suas musas, diria que ter vinte e cinco anos é um grande marco (“um quarto de século faz você pensar”), e é por isso que retirar do papel um de seus projetos tornou-se plano inadiável. Com intenso amor pelo Jornalismo, pelas artes e pelo feminismo, dá vida a Clarices e Marias.

Michelle Lopes graduou-se também em Estudos Literários. Caminha pelos dias com certa dose (talvez excessiva) de intensidade, sensibilidade, humores, manias e paixões: Clarice Lispector, viagens, pessoas e livros. Criadora entusiasmada de Clarices e Marias, acredita que qualquer colaboração dada a divulgação das artes e da igualdade faz-se um belíssimo ato de coragem.

Para sugestões, esclarecimentos ou parcerias, entre em contato através do e-mail: claricesemarias@gmail.com