Aqui estão todos os prêmios que “Lady Bird” já ganhou – e não estamos falando (ainda) sobre o Oscar

Seja lá quais forem (e se forem!) as premiações destinadas à Lady Bird: A hora de voar nesta cerimônia do Oscar que se aproxima, precisamos reconhecer que a produção ganhou muito. Em seu primeiro trabalho como diretora, Greta Gerwig comemorou cinco indicações à sonhada estatueta, entre elas a de Melhor Direção, indicação que fez de … Continue lendo Aqui estão todos os prêmios que “Lady Bird” já ganhou – e não estamos falando (ainda) sobre o Oscar

Como lidar com a segunda temporada de “As Telefonistas”, já disponível na Netflix

Entra série, sai série, mas nós ainda não sabemos lidar com novas temporadas emocionantes, não é mesmo? Pra quem já mergulhou no mundo de "As telefonistas" (se você ainda não sabe do que eu estou falando, corre já pra cá!), sabe a angústia que o fim da primeira temporada nos deixou - e também já … Continue lendo Como lidar com a segunda temporada de “As Telefonistas”, já disponível na Netflix

“O ministério da felicidade absoluta” e a Índia que (quase) ninguém quer ver

"Toda ficção é política. Mesmo uma história de amor. O ato de tirar uma coisa, manter outra é um ato político. Mas a história de lugares como a Caxemira só pode ser contada em obras de ficção. Os efeitos psicológicos de 25 anos de ocupação, a vida das pessoas, das mães que perderam seus filhos, … Continue lendo “O ministério da felicidade absoluta” e a Índia que (quase) ninguém quer ver

“Marias: a fé no feminino”: um documentário sobre a América Latina e suas mulheres de fé

Nossa Senhora Aparecida. Iemanjá. Nossa Senhora da Caridade do Cobre. Mama Pacha. Virgem de Guadalupe. Virgem da Candelária. Para muitos, não importa quais sejam os nomes, as origens ou suas imagens: estas e todas as santas, independentes de quais crenças pertençam, representam uma única energia feminina, a mulher cuidadora, que é mãe e ampara seus … Continue lendo “Marias: a fé no feminino”: um documentário sobre a América Latina e suas mulheres de fé

27 de outubro: aniversário de Sylvia Plath e “A redoma de vidro”

Neste 27 de outubro, Sylvia Plath comemoraria 85 anos. A escritora americana, nascida em Boston em 1932, dedicou sua vida especialmente à poesia, mas em 1963 - mesmo ano de sua morte, por sinal - teve seu primeiro e único romance publicado, "A redoma de vidro" (The Bell Jar). Para homenagear e colaborar com a … Continue lendo 27 de outubro: aniversário de Sylvia Plath e “A redoma de vidro”

“Os homens explicam tudo para mim” e a luta feminista de Rebecca Solnit

Rebecca Solnit tinha sete livros publicados quando o episódio que deu origem ao primeiro ensaio de "Os homens explicam tudo para mim" - e que dá nome ao livro, por sinal - aconteceu: em uma festa, um homem achou interessante o fato de ela ser escritora e pediu para que ela falasse mais sobre suas … Continue lendo “Os homens explicam tudo para mim” e a luta feminista de Rebecca Solnit

Um cordel para Jarid Arraes, autora de “Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis”.

Pra falar deste livro Um cordel eu quis fazer Não que seja boa nisso Mas me pus a aprender Pra falar de Jarid Arraes Das negras e seu saber O prefácio já previa  Isso foi o que passou Sendo branca esta leitora O livro me encantou Quanta luta e história Fora da escola ficou Não … Continue lendo Um cordel para Jarid Arraes, autora de “Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis”.

Quatro razões para assistir a primeira série espanhola da Netflix, “As telefonistas”

“Em 1928, as mulheres eram vistas como acessórios para se exibir, objetos incapazes de expressar opiniões ou tomar decisões. A vida não era fácil para ninguém, mas ainda menos para as mulheres. Não éramos livres, mas sonhávamos em ser”. Assim se inicia "Las Chicas del Cable", primeira série espanhola da Netflix, traduzida para o português … Continue lendo Quatro razões para assistir a primeira série espanhola da Netflix, “As telefonistas”

De 1985 para 2017: como “O conto da aia” continua atual e assustador 32 anos depois

Trinta e dois anos separam a publicação de "O conto da aia", da autora canadense Margaret Atwood, de sua popularidade. Nos últimos meses, com a estreia de uma série homônima produzida pela Hulu baseada neste livro e com a reedição do título aqui no Brasil pela Rocco, muito se falou sobre essa história. Mas o … Continue lendo De 1985 para 2017: como “O conto da aia” continua atual e assustador 32 anos depois