Um cordel para Jarid Arraes, autora de “Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis”.

Pra falar deste livro
Um cordel eu quis fazer
Não que seja boa nisso
Mas me pus a aprender
Pra falar de Jarid Arraes
Das negras e seu saber

18622568_820896531419517_2426585073715994349_n

A escritora cearense Jarid Arraes e seus cordéis

O prefácio já previa 
Isso foi o que passou
Sendo branca esta leitora
O livro me encantou
Quanta luta e história
Fora da escola ficou

Não há como ler Jarid
E inalterada ficar
Das negras do Brasil
Precisamos conversar
Histórias servem pra isso
Pra mulheres inspirar 

Jarid o desafio lançou
“Conte a história de uma negra
Que sua história marcou”
Por isso um cordel eu faço
Como ela me inspirou
Vida longa a Jarid, heroína do cordel

Neste livro ela fala
De quinze mulheres negras
Que o Brasil marcaram
Com suas lutas e espertezas
Sendo inspiração pra todas
Verdadeiras realezas

A primeira Antonieta
Deputada federal
Seguida de Aqualtune
Princesa sem igual
Avó de Zumbi dos Palmares
Grande líder mocamau

image2 (5)

“Heroínas negras brasileiras em 15 cordéis” é publicado pela Pólen

Depois veio Carolina
Importante escritora
E Dandara dos Palmares
Uma grande defensora
Guerreira do quilombo
Verdadeira protetora

Conheci a Esperança
Escrava alfabetizada
Autora da carta mais antiga
De denúncia registrada
Depois veio Eva Maria
Quitandeira muito honrada

E então foi Laudelina
Que não podia faltar
Defensora das mulheres
E empregadas de todo lar
Também conheci Luisa
Sempre dos rebeldes a cuidar

Continuo apresentando
As mulheres deste livro
Porque registrar seus nomes 
Em todo canto é preciso
Eu não sou cordelista
Mas pra isso eu me arrisco

Com Jarid conheci 
Outra negra lutadora
Foi tal Maria Felipa 
Dos índios e negras defensora
E ainda Maria Firmina 
nossa primeira escritora

Teve também Mariana
Forte guerreira em revoltas
E Na Agontine africana
Vendida como tantas
Com força sem igual
Fez-se rainha de esperanças

Jarid também contou
Sobre Tereza de Benguela
Grande rainha quilombola
Poucas sendo como ela
Tia Ciata no Rio de Janeiro
Construiu história tão bela

Por fim conheci Zacimba
Nobre princesa escravizada 
Que um quilombo fundou
Sendo modelo muito honrada
E assim Jarid contou
Agora autora é exaltada
 
Neste livro eu lhes digo
Só tem coragem e labuta
É de deixar boquiaberta
E por isso eu clamo resoluta
Viva às mulheres negras
Por toda a sua luta!

6 comentários sobre “Um cordel para Jarid Arraes, autora de “Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis”.

  1. Radamés disse:

    Maravilhoso!!! O livro da Jarid mexeu muito comigo, sou professor de sociologia da Universidade Estadual do Piauí e estou iniciando um projeto em que levarei essa obra para alunos do ensino médio para que eles possam pesquisar sobre essas heroínas e depois falarem sobre elas para toda a escola. Seu cordel está à altura do feito de Jarid, parabéns!

    Curtir

    • Michelle Lopes disse:

      Oi, Radamés! Agradeço imensamente seu prestígio. Fico feliz por conseguir homenagear com propriedade a Jarid, que é uma autora maravilhosa! Me alegra saber que levará essa obra aos seus alunos. Um grande beijo!

      Curtir

Deixe seu comentário pra gente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s