Quatro razões para assistir a primeira série espanhola da Netflix, “As telefonistas”

“Em 1928, as mulheres eram vistas como acessórios para se exibir, objetos incapazes de expressar opiniões ou tomar decisões. A vida não era fácil para ninguém, mas ainda menos para as mulheres. Não éramos livres, mas sonhávamos em ser”. Assim se inicia “Las Chicas del Cable”, primeira série espanhola da Netflix, traduzida para o português como “As telefonistas”. Ao longo dos oito episódios da série, conhecemos a vida de quatro mulheres oprimidas pelos costumes da década de 1920 e que, como bem anuncia os primeiros minutos da produção, desejavam a liberdade acima de todas as coisas. Lidia, Carlota, Ángeles e Marga: mulheres fortes e cheias de ideais revolucionários que constroem uma amizade incrível, e que ao nos apresentarem suas histórias, aflições e vontades, fazem com que cada minuto da série seja inspirador. 

C53ACArWcAEdTaXMotivo #1: Lidia

Interpretada por Blanca Suárez, Lidia é uma mulher forte e independente e personagem central na trama. Com um passado misterioso, sabemos pouco sobre ela nos primeiros episódios: Lidia assiste sua melhor amiga ser morta pelo companheiro e, por ser encontrada na cena do crime, é acusada de assassinato. Para fugir da prisão, faz um acordo com a polícia e, para cumpri-lo, deve infiltrar-se na companhia telefônica da cidade. Lidia não contava, entretanto, que encontraria ali todo o seu passado que ela tentava há anos esconder. 

carlotaMotivo #2: Carlota 

Carlota é uma personagem encantadora: herdeira de uma das famílias mais tradicionais da cidade de Madri, recusa-se a aceitar o papel de “boa-moça-esperando-um-bom-marido” que seu pai insiste em impor a ela. Quando se revolta contra sua família, consegue um emprego como telefonista e, para mantê-lo, enfrentará todos os obstáculos colocados por seu pai. O papel interpretado por Ana Fernández traz, além de tudo, a discussão sobre o início do movimento sufragista, porque claro que Carlota se encanta pelos ideais destas mulheres, e também sobre a homossexualidade e o amor livre. 

angelesMotivo #3: Ángeles 

Maggie Civantos dá vida a uma das personagens mais intensas (se é que seja possível destacar apenas uma neste grupo incrível de amigas). Ángeles é a chefe das telefonistas, responsável pela contratação das outras três, e desde o começo se vê agraciada pela amizade de três mulheres tão parceiras como essas. Ángeles, no entanto, apesar aparentar ter uma vida invejável, sofre por viver um relacionamento abusivo: seu marido, engenheiro da companhia telefônica, além de traí-la diversas vezes, também é um homem violento e manipulador. Com Ángeles refletimos sobre violência doméstica, sobre a luta que uma mulher naquele tempo travava para que pudesse trabalhar fora de casa e, também, sobre a impossibilidade de uma mulher divorciar-se.

16999123-1808907459434944-4488350216926975266-n_origMotivo #4: Marga

Nadia Santiago interpreta a inocente Marga, uma jovem do interior que é impulsionada por sua avó a mudar de vida, a conseguir um emprego longe da fazenda onde foi criada e a mudar-se para a cidade grande. Aceita como telefonista nesta grande empresa de telefonia, sofre para acostumar-se com o ritmo urbano e, com muita graciosidade, enfrenta sua timidez para conseguir sucesso tanto profissionalmente como amorosamente. Marga, entre outras coisas, também é o exemplo da amiga incondicional, da parceira que vê a amizade em construção acima dos problemas da vida e que tenta, de todas as maneiras, ajudar suas amigas e mantê-las juntas.

As vidas dessas quatro mulheres nos fazem refletir sobre questões atuais e também passadas, nos fazem pensar sobre tudo o que mulheres enfrentaram até agora para que seja aceitável que uma mulher saia de casa para trabalhar, tome decisões para sua própria vida e, da maneira que quiser, busque sua liberdade. Não que isso aconteça facilmente mesmo nos dias de hoje, mas através de “As telefonistas” percebemos que, em 1928, a vida era ainda mais difícil para as mulheres.

A trama é novelesca e a trilha sonora é incrível, então é bem provável que você faça uma curta maratona desta série e fique ansioso com o final. E esse final, caros leitores, é de angustiar qualquer um. Mas tenham calma que trago boas notícias: a segunda e terceira temporadas já estão confirmadas, sendo que a próxima será lançada em dezembro deste ano! 

 

Deixe seu comentário pra gente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s