Dirigido por elas: cinco produções cinematográficas para você aproveitar neste feriado prolongado

A Proclamação da República, datada em 15 de novembro, traz neste ano um belíssimo feriado prolongado – além de uma reflexão sobre o que essa data significa para nós em um cenário político caótico como o que estamos vivendo. Discussões políticas à parte, Clarices e Marias selecionou pra você cinco títulos disponíveis na Netflix para você aproveitar o feriado e prestigiar produções dirigidas por mulheres. De sexta a terça-feira, você pode aproveitar filmes e documentários interessantes com os olhares de mulheres incríveis por trás das câmeras. Pegue a pipoca – ou uns bons drinks – e aproveite!

Já estou com saudades

Dirigido por Catherine Hardwicke e tendo como personagens principais Drew Barrymore e Toni Collette, a produção de 2015 retrata um momento delicado na vida de duas melhores amigas de longa data: enquanto uma delas comemora uma desejada e esperada gravidez, a outra se descobre com câncer. Sensível e engraçado, “Já estou com saudades” mostra que companheirismo deve sempre estar acima de tudo.

O começo da vida, de Estela Renner

A diretora, roteirista e produtora Estela Renner é conhecida por promover discussões e propor mudanças sociais e ambientais por meio de seu trabalho. Alguns de seus trabalhos mais conhecidos são “Muito além do peso”, documentário que retrata a epidemia de obesidade infantil e “Criança: a alma do negócio”, denunciando a publicidade voltada exclusivamente às crianças. Agora, em “O começo da vida”, documentário de 2016, apresenta um retrato sobre os primeiros mil dias de um recém-nascido, o começo da vida de um ser humano, além de uma análise profunda e apaixonada sobre o desenvolvimentos e as preocupações necessárias para o crescimento saudável de uma criança.

Uma noite

Este já é um filme mais antigo, mas tão preciosamente disponível na Netflix que merece estar na lista de qualquer um: “Uma noite”, de 2012, apresenta a história de Lila, uma garota que vive em Havana, Cuba, e de depois outros personagens, Raul e Elio. Através do olhar da moça, conhecemos a história de Raul, que sonha em encontrar seu pai em Miami, Estados Unidos, e Elio, que encara a missão de realizar este sonho. Lucy Mulloy, diretora e roteirista, é a responsável por esta obra que apresenta, por vezes com um discurso social amargo,  um retrato da juventude cubana.

6 anos

Provavelmente você passou por isso ou conhece alguém que tenha passado: a sorte ou o azar de ter um primeiro relacionamento longo. Escrito e dirigido por Hanna Fidell, este é o retrato de um jovem casal que constrói há seis anos um relacionamento – aparentemente – perfeito. Com o amadurecimento e as novas fases da vida, portas se abrem em seus caminhos. Apesar de todos os planos já feitos, eles precisam considerar suas próximas escolhas para que o futuro antes planejado não se altere.

Maidentrip

Deixamos esta indicação para o final, para que você assista em plena terça-feira e sinta-se inspirado em retornar à rotina: “Maidentrip”, dirigido por Jillian Schlesinger, é um documentário que retrata a viagem da jovem Laura Dekker ao redor do mundo. Apresentando gravações pessoais, conhecemos como, aos 14 anos, Laura conseguiu a permissão para dar a volta ao mundo sozinha a bordo de um veleiro. Uma incrível história sobre viagens, sonhos e persistência que vale a pena conhecermos.

Deixe seu comentário pra gente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s