Resenha: “Você já é feminista”, organizado por Nana Queiroz

“Tenho completa segurança para abrir este livro declarando: você, leitora, é feminista, mesmo que ainda não saiba disso”. E eu, obviamente, não poderia deixar de abrir essa resenha com a frase de Nana Queiroz, escritora, jornalista e diretora executiva da revista AzMina, que abre o livro “Você já é feminista”. Pode parecer uma pretensão sem … Continue lendo Resenha: “Você já é feminista”, organizado por Nana Queiroz

Laís de Luna: breve retrato de uma artista espontânea e livre

“Expressão de pensamentos e traços próprios”: estes são, nas palavras da própria artista, os elementos que conduzem o trabalho de Laís de Luna. Paulistana irreverente que dedica sua vida à arte, atualmente atrai os olhares dos moradores da cidade de Campinas, interior de São Paulo, que passam pela Mostra Identidade Lúdica e apreciam parte de sua … Continue lendo Laís de Luna: breve retrato de uma artista espontânea e livre

Resenha: Carta para alguém bem perto, de Fernanda Young

Antes de começar a contar a vocês sobre minhas impressões deste livro, já registro meu pedido de desculpas ao responsável pela capa da edição que li, que é do ano de 1998 (Editora Objetiva). Esse pedido de desculpas faz-se necessário por conta da pequena história que virá a seguir. Enquanto vasculhava a seção de literatura … Continue lendo Resenha: Carta para alguém bem perto, de Fernanda Young

Dirigido por uma mulher, o curta “Mona” é destaque no Festival Internacional de Cinema Independente

A cidade de Sumaré, interior de São Paulo, sediou pela segunda vez o FESTICINI – Festival Internacional de Cinema Independente, que tem como principal objetivo promover a difusão e a democratização da produção audiovisual independente nacional e internacional. Realizado de 16 a 30 de setembro, recebeu 610 inscrições e selecionou 55 produções de 18 países … Continue lendo Dirigido por uma mulher, o curta “Mona” é destaque no Festival Internacional de Cinema Independente